Erazo adota Otero como novo ‘pupilo’ no Atlético e revela conselhos a ‘craque’ venezuelano

otero-cidade-do-galoQuando Cazares chegou ao Atlético, Erazo logo se colocou à disposição de seu compatriota para ajudá-lo na adaptação ao Brasil. Com a experiência de quem já havia defendido Flamengo e Grêmio, o zagueiro cumpriu o papel de “mentor” para o meia equatoriano. Agora, Erazo adota um novo “pupilo”.

O zagueiro equatoriano quer ajudar o meia venezuelano Otero em sua adaptação. “As cores das bandeiras (de Equador e Venezuela) são quase iguais. Ele vai jantar comigo. É um cara que gosto muito”, comentou Erazo, que teceu vários elogios ao novo meia do Atlético e revelou asdicas para ele ser mais participativo em campo.

“Sempre os craques não falam muito. O Otero não é de falar muito. Ele está conhecendo os jogadores. Às vezes, ele fica com receio de pedir a bola. Falei para ele que no Brasil tem de pedir a bola, senão os caras não passam. Tomara que ele possa estrear com gol, mostrar sua qualidade. Pelo que a gente já pôde assistir, ele vai fazer a diferença. O problema vai ser quando voltar o Cazares, que aí quem tem de decidir é o Marcelo (quem vai jogar)”, acrescentou o zagueiro do Galo.

Como citado por Erazo, Otero foi contratado para substituir Cazares, que sofreu grave lesão muscular na coxa direita e ficará afastado por até três meses. Porém, o venezuelano ainda aguarda por sua regularização para que possa estrear pelo Atlético. Na terça-feira, Otero foi ao Paraguai para que pudesse retornar ao Brasil com visto de trabalho e, assim, ficasse mais próximo de ter seu nome incluído no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. A diretoria do Galo espera que ele tenha condições de jogo para o duelo com o Santa Cruz, neste sábado, às 21h, no Independência.

Comments

comments